BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: As Plantas

Esta página teve 1.796 views
As Algas, o inimigo dos aquários plantados

Vou explicar os diferentes tipos de Algas que são encontrados no aquário e as razões para a ocorrência destes problemas, bem como fazer o tratamento.

Neste artigo vou explicar os diferentes tipos de Algas que são encontrados no aquário e as razões para a ocorença destes problemas, bem como fazer o tratamento. Lembre-mos que este artigo é apenas o básico, e é uma referência para determinar de que tipo poderia ser sua Alga invasora, e as possíveis causas e claro as soluções. Algumas das soluções pode ser arriscado, por isso, pondera antes de começar o tratamento e sobretudo procura mais informações e sempre que possível pergunte numa loja da especialidade sobre um possível tratamento.

algas Blue Green Algae (BGA)

1 – Blue Green Algae (BGA) – Alga verde azulada

Este tipo de Algas são geralmente encontradas por baixo do substrato, e nas plantas. Você pode as ver inicialmente quando aparece ao nivel do substrato, por isso vale sempre a pena manter um olhar os níveis mais acima do substrato.

 

A “BGA” não é realmente uma alga, mas uma mistura de Cianobactérias e Algas. Ela cresce em forma de folha e poderá ter um mau cheiro.

 

Causas:

A) Os baixos níveis de Nitrato (NO3).
B) Áreas de deficiência na circulação de água, com o (CO2) muito baixo, e com um substrato pobre.

 

Soluções:

Na minha experiência, a melhor forma de se livrar completamente da “BGA” é desligar durante 3 dias o aquário o deixando totalmente a escura, o que vai fazer parar o crescimento das algas, porque nenhuma luz entrará no aquário. Com isso, as plantas não vão reagir muito bem, mais elas têm um sistema mais complicado de que as Algas, e por isso vão sobreviver mais tempo do que as Algas invasores.

Para fazer este prosedimento é muito simples e sem riscos:

1) Cobrir o aquário completamente, eu utilizo sacos de lixo preto para cobrir pequenos aquário, ou um rolo de papel de parede, é só uma a solução.

2) Desligue o sistema de CO2 que estar a utilizar.

3) Use uma bomba de ar suplementar para oxigenar o aquarioquando enquento estiver coberto.

4) Não alimentar os peixes durante este periudo 3 dias.

5) Após a conclusão, deve fazer uma mudança de água cerca de 20%. Quando o problema da invasão da Alga for realmente grave, temos que verificar o filtro para remover qualquer excesso de Algas que podem estar dentro do filtro.

Em todos os tratamentos que eu tenho feito as algas desapareçam totalmente, e as plantas voltam a crescer quando as luzes são ligadas e as condições normais foram restabelecidas.

algas Green dust Algae (GDA)2 – Green dust Algae (GDA) – Algas de pó verde

Costumamos encontrar este tipo de Algas em aquários bem equipados tecnologicamente. Este tipo de Algas, normalmente infecta as superfícies lisas, como o vidro, as pedras ou decorações. É difícil de se livrar, mas podem ser eliminadas com sucesso.

 

Causas:

A) Os níveis de Fosfato (PO4) estão altos. Verificar o valore do Fosfato.

B) Muita luz.

C) Excesso de Amónia. Plantas mortas, ou de qualquer outro material em decomposição perturbando o equilibro do substrato.

D) Os Nitratos podem estar baixos, verificar o nível de Nitrato.

 

Soluções:

1) Aumento o nívei de Nitrato, através do aumento da dosagem de fertilizantes.

2) Baixar níveis de Fosfato (PO4), fazer uma mudança de 40% de água, ajustar a dose de Fosfato (PO4) para o seu aquário ou aumentando os seus níveis de Nitrato de potássio (KNO3).

3) Verifique se há material morto no aquário que pode estar em decomposição.

4) Reduzir o tempo da iluminação e intensidade, se for possível.

5) Apagar a luz conforme foi esplicado em cima.

6) Aumentar os níveis de CO2.

Na minha experiência, as melhores formas para tratar a “GDA” é com uma boa prática de limpeza, bem como certificar que os pontos 1 a 6 são respeitados. Para uma infestação mais grave ou que sai do controlo podemos fazer o seguinte:

1) Desligar o sistema de filtração.

2) Sifonar o aquário o tanto quanto possível e eliminar o tanto Algas que for possivel das plantas.

3) Enquanto todas as Algas estiverem na água, remova 75% da água.

4) Em seguida, remova todas as decorações (incluindo madeira) e as esfrega, enxague em água corrente para remover todos os esporos das Algas que ficaram.

5) Em instalações onde as Algas não podem ser removida a mão, você pode fazer um mergulho.

6. Se a praga de Algas for grave, devemos lavar os filtros algumas vezes, para sertificamos de que nenhum dos esporos de Algas fica nos filtros (usar sempre a água do próprio aquário para fazer esta limpeza).

Quando tiver o aquário limpo completamente, manter-se atento a qualquer crescimento de Algas. Se isto acontecer, limpe-o mais rápido possível com o mínimo de perturbação.

algas Green Spot Algae (GSA)3 – Green Spot Algae (GSA) – Algas de ponto verde

A Algas de ponto verde “GSA” são normalmente encontradas no vidro e com o crescimento mais lento nas plantas.

 

Causas:

A) Os níveis do Fosfato (PO4) baixos.

B) A intensidade da luz demasiada alta.

C) Os níveis de CO2 baixos.

 

Soluções:

1) Aumentar os níveis de Fosfato (PO4).

2) Reduzir o período da iluminação e intensidade, se possível.

3) Aumentar os níveis de CO2 através de um sistema de injeção de CO2 ou administrando um suplemento de carbono.

5) Proceder a mudança das plantas que apresentam o crescimento mais lento, que estão infetadas pela “GSA” para áreas sombreadas.

 

O procedimento de limpeza da “GSA” é semelhante ao da “GDA”, siga os pontos 1 a 6 que deve resolver este problema rapidadente.

algas Balck Brush Algae (BBA)4- Black Brush Algae (BBA) – Alga Barba-negra

Este tipo de algas se parece como cabelos curtos, com a coloração de verde-escuro, preto ou mesmo um vermelho escuro. Normalmente cresce nas folhas das plantas, e nas decorações ou no substrato. Encontra-se geralmente nas bordas das folhas das plantas.

 

Causas:

A) Os baixos níveis de CO2.

B) O nível do Fosfato (PO4) muito altos.

 

Soluções:

1) Aumentar os níveis através da injeção de CO2 ou na utilização de um suplemento de carbono.

2) Baixar níveis do Fosfato (PO4), fazendo uma mudança de água de 40%, ajustando a dose do Fosfato (PO4) do seu aquário ou aumentando os seus níveis de Nitrato de potássio (KNO3).

A maneira mais eficaz de fazer o tratamento desta Alga é aumentar os níveis de CO2 no aquário. Pode ser que você não pode investir em um equipamento de pressão, portanto do seu caso eu recomendo a utilização de um sistema caseiro.

algas algas filamentosas5 – Algas filamentosas

As algas filamentosas são geralmente encontrado nas folhas das plantas e nas decorações. Longos fios de pelo menos 3 cm de comprimento e com uma unica cor. Esta é uma das algas que é facilmente eliminada quando os níveis correctos de CO2 ou de ferro forem estabelecidos no aquário.

Causas:

A) Se for de cor verde, é um alto teor de ferro. Poderá ser devido a água ter um alto teor de ferro, geralmente fertilizantes em exesso.

B) Se for preto, baixo níveis CO2.

 

Soluções:

1) Aumentar os níveis de CO2.

2) Verifique se não estiver a administar fertilizantes em exesso com alto teor de ferro.

3) Ajuste a fertilização corectamente.

Com o ajuste dos níveis de CO2 ou a redução do ferro no aquário, vai poder se livrar desta Alga rapidamente.

algas Água Verde6 – Água Verde

Esta é uma forma de flutuação das algas, que estão presente na água do aquário. Não é prejudicial para as plantas ou peixes, porém são dão mau aspecto no aquário.

 

Causas:

A) A iluminação demasiada alta.

B) O nível de Amónia (NH4) poderá estar demasiado alto.

C) Um nível de nutrientes muito elevados.

D) Podera aver um distúrbio a nível do substrato.

Soluções:

1) Liga um filtro UV no aquário. Eles também são úteis para limpeza da água e o controle de doenças do aquário.

2) Apaga as luzes do aquário durante 3 dias fazer o mesmo prosedimento no tratamento da “Blue Green Algae (BGA) – Alga verde azulada”.

 

Dos métodos mencionados acima, o filtro UV é o mais eficiente e o mais rápido mas também o mais caro. Ele limpa o aquário em alguns dias, mas se as Algas voltar você pode simplesmente ligá-lo de novo. O desligar das luzes é eficaz, mas às vezes não funcionam tão eficazmente como o filtro de ultravioleta e muitas vezes as Algas voltam rapidamente. O tratamento a água verde do aquário pode se feita reduzindo os adubos e iluminação, o CO2 podemos o deixar a um nível um pouco mais alto, por aver a necessidade das plantas de competir com as algas pelos nutrientes.

algas Algas Diatomáceas7 – Algas Diatomáceas

As Algas biatómicas apareçam em aquários recém-instalados. Sao geralmente encontradas em aquário do tipo “Holandês” de grandes capacidades, e nas decorações dos aquários apenas quando o ciclo do Nitrogénio esta um pouco baixa. Solucionar este problema é muito simples.

 

Causas:

A) A intensidade da Luz é elevada.

B) Poderá ter um desequilibro dos nutrientes.

C) Altos níveis de Fosfato (PO4)

D) Elevados níveis de Silicato.

 

Soluções:

1) Reduzir a iluminação e a intensidade se for possível.

2) Certifique-se que níveis do Nitrato (NO3) e do (CO2) estão em torno da quantidade correcta.

3) Reduzir os níveis de Fosfato (PO4), diminuídos os fertilizantes ou utilizar um filtro de osmose, se a sua água tiver um teor de fertilizante demasiado elevado.

4) Para os altos níveis de Sílica, utilizam uma unidade de osmose que limpa perfeitamente estas impurezas.

Ao por em prática qualquer uma destas soluções para eliminar as algas descritas, as fontes de crescimento estão sendo eliminadas e você deverá ver uma redução gradual no crescimento das algas. Enquanto você não determinar e corrigir o problema, deverá remover manualmente os grandes focos de algas.

Trichogaster labiosa
planta aquario Potamogeton gayi
Potamogeton Gayi
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Gayi
The Aquarium
The Aquarium
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook