BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: Artigo

Esta página teve 1.154 views
Os caracóis de aquário serão úteis ou não?

Os caracóis no aquário terão realmente um utilidade na ajuda da limpeza ou podarem ser mais considerados um praga desagradável.

Os caracóis podem constituir uma boa ajuda na limpeza do aquário, devorando os restos de comida e as algas que crescem sobre as plantas e vidros. Mas geralmente, eles não ficam só a comer as algas, e logo começam a atacar as folhas mais tenras das plantas. Alem disso, ainda há o problema da sua rápida multiplicação, que na maioria dos casos se revela incontrolável. Por isso, os caracóis são considerados vulgarmente não um agente de limpeza, mas antes uma praga. A pesar destes inconvenientes, podem considerar-se úteis estas duas espécies: a Melanoides tuberculatus e a Ampularius australis.

 

Melanoides tuberculatus

 

 

A Melanoides tuberculatus é uma espécie vivípara que só se vê em actividade durante a noite, comendo as algas que crescem sobre as plantas, pedras e vidros do aquário. Também consome as algas azuis. Passam os dias enterrados, revolvendo em busca de detritos orgânicos e provocando deste forma uma útil aeração do solo.

 

 

 

Ampularis australis

 

A Ampularius australis é um grande comedor de detritos e algas, se dispuser de alimento suficiente não atacam as plantas. A sua reprodução é bastante controlável, porque a postura é colocada sob a forma de uma massa calcária, fora da água, no vidro ou da tampa do aquário, onde pode ser facilmente localizada e retirada. Uma boa solução é dispor de um ou dois destes caracóis, que se vão passando de um aquário para os outros, conforme for efectuado o seu trabalho de agente de limpeza.

 

 

Planorbis corneus - Lymnaea stagnalis

 

Também se encontram vulgarmente nos aquários mais duas espécies de caracóis: os Planorbis corneus e as Lymnaea stagnalis.

O primeiro é de utilidade duvidosa e o segundo e manifestamente prejudicial. Ambos apresentam posturas com a forma de uma massa gelatinosa colocada sobre as plantas ou nos vidros do aquário. Para evitar a introdução de caracóis no aquário devem-se inspeccionar cuidadosamente as plantas adquiridas, para que não transportem consigo caracóis ou postura. As plantas podem inclusivamente ser desinfectadas com produtos existentes no mercado para esse efeito. Quando, e apesar destes cuidados, aparecem caracóis no aquário e se deseja proceder a sua eliminação podemos recorrer a três processos:

1 – Introduzir no aquário peixes que comam caracóis, como por exemplo os Tetraodons.
2 – Colocar imerso um recipiente com pedaços de carne ou vegetais, o qual é retirado regularmente do aquário, eliminando-se depois a carga de caracóis.
3 – Utilizar medicamentos já comercializados para esse fim.

 

Astyanax mexicanus
potamogeton-coloratus
Potamogeton Coloratus
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Coloratus
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook