BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: Aquecimento

Esta página teve 1.021 views
Como escolher o aquecedor para o aquário

É muito importante saber escolher o aquecedor para o aquário.

Os peixes, como todos os animais de sangue frio têm todas as funções do seu organismo directamente dependentes da temperatura ambiente em que vivem, sofrendo bastante com mudança de temperatura bruscas. Com a maioria das espécies de plantas e peixes de aquário provem de regiões tropicais ou semitropicais que tem uma temperatura  mais estável. Isto obriga-nos a instalar nos aquários tropical um sistema de aquecimento controlado por um termóstato, por isso que a escolha do aquecedor para o aquário é muito importante.
Muitos peixes tropicais necessitem de uma temperatura constante na água, por volta dos 25 °C. A temperatura  ambiente (aproximadamente 18 ou 21 °C), numa casa com aquecimento normal, não é suficiente para oferecer aos peixes de aquário, uma temperatura da água que seja idêntica ao seu meio natural.

A indústria da aquariofilia oferece-nos uma grande variedade de modelos de aquecedores que se adaptam a todas as necessidades. O aquecedor não trás uma  grande despesa elétrica, por que a temperatura de água não deve estar muita elevada, assim que a água chega a temperatura desejada desliga-se automaticamente.

É muito importante escolher o aquecedor que melhor se adapta a suas necessidadesO sistema de aquecimento consiste numa resistência elétrica composta de um fio elétrico enrolado em um  suporte de cerâmica, isolada dentro de um tubo de vidro estanque,  e que suporta o calor, o fio elétrico vai para dentro do tubo de vidro por uma tampa estanque para que se possa submergir na  água.

A resistência é ligada ao termóstato que possui um par de lâminas metálica  que se dilatam ou contraírem por efeito da temperatura ambiente no interior do tubo de vidro, e que portanto fecham ou abrem o circuito elétrico, como um interruptor, fazendo a resistência começar a aquecer ou a deixar de o fazer. Estas resistências existem em  50, 75, 100, 150, 200 e 300 Watts.

A utilização de um aquecedor cilíndrico com termóstato permite manter uma adequada e constante temperatura no aquário. A potência de aquecimento do aquecedor deve ser aproximadamente equivalente ao volume de água do aquário. Assim para um aquário de 100 litros, precisará de um aquecedor de 100 watts. Em casas com aquecimento, regra geral, são suficientes 0,5 Watts por cada litro de água.

Tenha sempre a preocupação de desligar o aquecedor antes de efetuar uma limpeza ou uma mudança de água. É aconselhável fixar o aquecedor ao vidro posterior do aquário por meio de ventosas, de modo que o piloto de controlo seja perfeitamente visível.

Poderá assim verificar  em qualquer momento se a temperatura fixada é suficiente ou se tem de ser retificada. O capacete estanque do aquecedor cilíndrico deve estar submerso ao ser ligado à corrente e não deve ser retirado ou mal manuseado. Recomendamos que antes de adquirir um sistema de aquecimento se aconselhe num estabelecimento da especialidade, aí mostrar-lhe-ão com todo o gosto os diferentes aparelhos existentes no mercado da aquariofilia.

Brycinus longipinnis
planta aquario Potamogeton perfoliatus
Potamogeton Perfoliatus
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Perfoliatus
Aqualon - 2014 - Julho - Agosto - Setembro
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook