BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: Iluminação

Esta página teve 933 views
O espectro luminoso da iluminação do aquário

A iluminação será que é importante?

Se for absolutamente necessária utilizar uma iluminação do aquário, esta necessidade não é resolvida de uma forma simples. Entre as muitas calhas de iluminação do aquário que estão disponíveis no comércio da aquarista, qual é que devemos escolher? Todas as escolha que poderemos encontrar, vai depender das lâmpadas e do seu espectro luminoso.

Para responder à esta pergunta, efectivamente é importante compreender, qual papel tem a luz no crescimento das plantas. A grande maioria das plantas são de cor verde, isto quer simplesmente dizer que absorvem todas os componente de cor, da luz branca excepto da cor verde. É por isso que é necessário escolher um tubo florescente para as plantas que emita todas as cores do arco-íris mas muito pouco o verde.

O espectro luminoso da iluminação do aquário

O espectro luminoso da iluminação do aquárioObservar-se que não é por acaso, que o verde praticamente não é utilizado pela fotossíntese, na maior parte das plantas, esta cor não é necessária para o crescimento das plantas. As cores importantes para as plantas são, o vermelho, o laranja e o azul. Quando escolhemos um tubo florescente ou uma lâmpada para a aquariofilia, o espectro luminoso é indicado sobre a embalagem. É um meio prático para podermos escolher, mais o espectro luminoso é largo, rico e potente sobre o vermelho, o laranja e o azul, o tubo florescente é mais adaptado para as plantas.

Rendimento do tubo ou a lâmpada

As coisas seriam mais simples se não tivermos de acrescentar o problema da potência de iluminação. Como já referimos previamente, a luz não deve ser subdimensionada, comparado com as dimensões do aquário, se não o crescimento das plantas diminuirá em prol das algas. Ora, quando sabemos que as calhas de iluminação do aquário, existente no comércio só são fabricadas para suportar um número limitado de tubos florescentes (isto significa que temos que utilizar a teoria da potência máxima de iluminação). Sabemos igualmente que a potência luminosa não é idêntica de uma iluminação (tubo ou lâmpada) para outro (para uma potência elétrica, em watts, igual). Assim, como começamos a saber, a iluminação de um aquário é frequentemente um problema que devemos tentar resolver entre todos os parâmetros que aqui referimos, para obter uma iluminação de aquário satisfatória para as plantas e peixes do aquário.

Nothobranchius guentheri
planta aquario Potamogeton perfoliatus
Potamogeton Perfoliatus
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Perfoliatus
Aqualon-2010-Janeiro-Fevereiro-Marco
Practical Fishkeeping - 2016 - 04-Abril
Copyright © 1983- 2020 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook