BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo dos Peixes

Teve 875 views
A Família dos Characidae ou Caracídeos
Characidae
Imagem representativa da espécie
Classificação Científica
Reino:
Animalia
Filo:
Chordata
Classe:
Actinopterygii
Ordem:
Characiformes
Família:
Characidae
Distribuição Geografica

Os peixes da família dos Caracídeos ou Characidae, tem uma grande variedade de espécies, e muitas delas podemos as encontrar com facilidades nas lojas da especialidade.

Os Caracídeos na sua maioria vivem principalmente na América Central e América do Sul, são famosos pelas suas cores bri­lhantes e iridescências exuberantes, também a um número reduzido de espécies, que é identifica sendo da África Central. A primeira vista são semelhantes aos Ciprinídeos, distinguem-se no entanto pela presença de uma barbatana adiposa entre a dorsal e a caudal, a qual ainda não é conhecida a sua utilidade, o que permite distinguir estes peixes entre outras es­pécies da família dos Caracídeos. Mas apesar da sua beleza, possuem dentes aguçados numa, ou nas duas maxilares.

O aquário não deve ter muita luz intensa e a água, na maioria dos casos, deve ser pouco mineralizada e ligeiramente ácida, sobretudo para a re­produção, embora a maior parte das espécies se adapte muito bem à água da rede doméstica. Eles nadam em todos os níveis do aquário. Na sua maioria são omnívoros, à ex­cepção de algumas poucas espécies “vegetarianas”, os Caracídeos são peixes ex­celentes para aquário, especialmente se forem colocados em cardumes num aquário com muitas plantas que possam servir de receptá­culo para os ovos que são dispersados.

Para a sua reprodução é conveniente utilizar um aquário a parte, com o fundo guarnecido de plantas com folhas finas ou um substituto artificial. Geralmente não há grandes diferenças aparentes entre os sexos, a não ser um pequeno gancho na nadadeira anal, o que distingue os machos de algumas espécies. Quando a postura é iniciada, os ovos são largados a meia água e logo fecundados, os ovos que geralmente são adesivos ou semi-adesivos aderem as folhas das plantas. Os pais não dediquem qualquer atenção em especial a não ser comê-los, os progenitores devem ser retirados após ter efectuado a postura, a incubação dos ovos convém ser feita na penumbra ou mesmo em escuridão total, visto na sua maioria serem sensíveis a luz intensa.

 

 

Trichogaster chuna
potamogeton-coloratus
Potamogeton Coloratus
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Coloratus
Aqualon-2010-Janeiro-Fevereiro-Marco
Practical Fishkeeping - 2016 - 02-Fevereiro
Copyright © 1983- 2020 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook