BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo das Plantas

Teve 393 views
O Género das Aponogeton
Aponogeton
Aponogeton boivinianus
Imagem representativa da espécie
Classificação Científica
Família:
Aponogetonaceae
Genero:
Aponogeton

As Aponogeton são plantas vivazes que vivem geralmente submersas durante uma parte do ano. Habitam cursos de água e pântanos nas regiões tropicais. Estas plantas têm na natureza um ritmo vegetativo que deve ser tomado em linha de conta para uma boa aclimatação em aquário. Durante a estação seca, a maior parte das Aponogeton perdem as folhas. O rizoma sobrevive enterrado na areia (período de repouso) até à estação das chuvas; recomeça então o período vegetativo com a formação de novas folhas e floração.

Este rizoma, rico em amido, é utilizado por vezes na alimentação das populações indígenas. No aquário, o período de repouso é assinalado por uma paragem do crescimento, seguido quase sempre pela desagregação das folhas; isto acontece geralmente após a floração, no Outono.

Devemos então fazer «hibernar» o rizoma durante o Inverno, de Dezembro a Fevereiro, colocando-o em areia húmida a uma temperatura 6 a 10° inferior à da água do aquário. Quando introduzido de novo no aquário, depressa aparecem folhas novas de crescimento bastante rápido. O rizoma nunca deve ser totalmente enterrado na areia pois apodrece geralmente nestas condições. Devemos fixá-lo pelas raízes sobre areão grosso de modo a haver uma boa circulação de água.

As Aponogeton reproduzem-se por sementes. A inflorescência, em espiga, simples ou múltipla, está suportada por um pedúnculo mais ou menos robusto. Em princípio, a inflorescência forma-se acima da superfície. As flores, pequenas e bissexuadas, têm um cheiro adocicado e agradável. As sementes possuem um revestimento esponjoso que lhes permite serem arrastadas pela água, flutuando à superfície. Germinam rapidamente, originando uma nova planta em menos de um ano.

As Aponogeton encontram-se distribuídas pela Ásia, Austrália e África, em particular em Madagáscar onde existem várias espécies endémicas As espécies africanas apresentam uma inflorescência composta por duas espigas ao passo que as outras têm uma inflorescência constituída por uma única espiga.

Estas plantas vivem na natureza geralmente em zonas situadas na penumbra; devemos portanto proporcionar lhes em aquário uma iluminação fraca a moderada. A temperatura da água varia de uma espécie para outra, mas quase todas preferem uma água pouco mineralizada (3 a 5° DH) e neutra.

Nothobranchius guentheri
planta aquario Echinodorus berteroi
Echinodorus Berteroi
O nosso grupo no Facebook
Echinodorus Berteroi
Practical Fishkeeping - 2016 - 04-Abril
The Aquarium
Copyright © 1983- 2020 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook