BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo das Plantas

Teve 633 views
O Gênero Echinodorus
Echinodorus
planta aquario Echinodorus
Imagem representativa da espécie
Classificação Científica
Família:
Alismataceae
Genero:
Echinodorus

As Echinodorus são bastante populares nos aquários. São plantas muito resistentes que geralmente se aclimatam bem nos aquários, a planta não tem requisitos especiais. São plantas de rizoma perene, enterradas no lodo, com folhas basilares dispostas em roseta; emersas, flutuantes ou submersas, por vezes com diversos tipos na mesma planta.

A identificação dos exemplares jovens das Echinodorus é bastante difícil, dado que as folhas são muito semelhantes. É mais fácil a identificação da planta, quando já estiver completamente desenvolvidas, de preferência em cultura emersa.

As Echinodorus habitam em cursos de água lentos ou zonas pantanosas da América do Sul e Central, Argentina, Chile e Brasil. Durante a estação das chuvas, algumas espécies tropicais desenvolvem folhas submersas, alongadas, com diversas formas no mesmo pé. Geralmente a floração aparece na estação seca.

Geralmente as Echinodorus possuem flores dispostas em espirais, e algumas espécies têm flores solitárias. As flores são regulares, bissexuais ou unissexuais. Possuem três sépalas, livres e imbricadas, que geralmente continuam na fase do fruto. Três pétalas imbricadas e enrugadas que geralmente são bem visíveis, brancas, róseas, roxas, ocasionalmente com manchas amarelo ou púrpuras.

As Echinodorus possuem folhas simples, alternas, espiraladas ou dísticas, com venação paralela e nervura central, ou palmada. São pecioladas. Geralmente a base é uma bainha. Não possui estípulas, o caule é transformado em rizomas, estes rizomas possuem endoderme.

A floração das Echinodorus, pode ser conseguida em aquário. Mas terá que ter um espaço com 10 a 30 cm de altura entre a superfície da água e a tampa do aquário; para a inflorescência se conseguir desenvolver completamente numa atmosfera quente e saturada de humidade. É conveniente praticar uma fecundação artificial passando suavemente sobre as flores com um pincel de sedas finas. Os frutos são colocados em pequenos recipientes com areia húmida, a uma temperatura de pelo menos 25° C, sob luz intensa. Depois da germinação das sementes transplantamos as plântulas para um aquário com pouca altura de água.

Também podemos multiplicá-las pelo corte de estolhos, com folhas e raiz, que se formam com regularidade em exemplares já completamente desenvolvidos.

É aconselhável dar um período de repouso as planta, a uma temperatura mais baixa; entre Dezembro e Abril, para respeitar o ritmo vegetativo natural. E evitar transportá-las durante esta altura.

Podem ser usadas ornamentação de aquários e/ou de fontes d’água. A aparência externa é bastante agradável, o que da um agradável visual, sobre tudo nos aquários.

Ctenobrycon spilurus
Ctenobrycon spilurus
potamogeton-coloratus
Potamogeton Coloratus
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Coloratus
The Aquarium
Practical Fishkeeping - 2016 - 02-Fevereiro
Copyright © 1983- 2020 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook