BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo dos Peixes

Teve 38 views
Astyanax mexicanus
Tetra cego - Astyanax mexicanus

De Filippi, 1853

Família :
Characidae
Gênero :
Astyanax
Nome Científico :
Astyanax mexicanus
Nome Comum :
Tetra cego
Origem :
América central -
Tamanho:
7.6 - 8.9
Dureza da água :
6 - 10
PH :
6.8 - 7.3
Temperatura ºC :
23 - 25.5
Aquário Mínimo :
57 Litros
Comportamento :
Pacifico
Alimento :
Omnívoro
Anos de Vida :
2 - 8
Localização :
México
Tetra cego - Astyanax mexicanus

De Filippi, 1853

Descrição Caracteristicas e Aspectos

Descrição Características e Aspectos

Tetra cego é encontrado desde da América do Norte e centro do Texas ao Panamá, mais especificamente nas cavernas escuras no México. Este Tetra é particularmente famoso porque não tem olhos e a falta de cor, mas podemos dizer que a sua coloração é querasse cor-de-rosa pálida. O peixe nasce com os olhos, mas a pele cresce sobre eles à medida que amadurecem.

Não são exigentes na questão do seu meio aquático e se adapta a maioria das condições da água. Só devera ter um sol constituído na sua maioria por areia e pedras para evitar que belisca os outros peixes do aquário, mas poderá ser agressivo.

Manutenção e Reprodução

Pode se manter em um bom cardume de pelo menos 6 indivíduos e com companheiros de aquário, que tenha barbatanas curtas e que natação rápida, mas apenas em um aquário muito espaçoso. São nadadores rápidos, dão se bem com outras espécies e com peixes menores. Eles ficam principalmente na zona do meio.
Pacífico e sempre em atividade, procurando restos de comida pelo fundo. Aceita a maioria dos alimentos, incluindo granulados e floco, bem como alimentos vivos ou congelado, como micro-vermes e camarão de água salgada. Alimenta-se uma vez ou duas vezes por dia.
O aquário deve estar se possível na penumbra, e para que se poder realizar a reprodução convém que esteja mesmo as escuras.
As fêmeas tendem a ser maiores e mais encorpados do que os machos, especialmente quando estão cheias de ovos. A barbatana anal, do macho tem uma borda ligeiramente curvada, enquanto a da fêmea é direita.
A temperatura não deve estar acima de 24 graus, o pH 7, a dureza da água de 8. Os reprodutores devem ser retirados logo após a postura. Os ovos eclodem em 48 horas a 26 graus.
Os alevins ficaram escondidos entre as pedras aproximadamente até 6 dia, a partir de 7 º dia, começaram a nadar livremente.
Ao sair do ovo os alevins tem os olhos normalmente desenvolvidos, mas passados 18 dias começam a ser recobertos pela pele e cinco dia depois estão totalmente tapados.
Devera se dar uma boa alimentação, já que o seu crescimento é bastante rápido, geralmente ao fim de 3-4 meses, já estão batente grandes.
Videos
Mapa (Área de distribuição)
América central -
Foto
Astyanax mexicanus
Sobre o autor | BioPeixe
A minha paixão é a aquariofilia já desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Não deixe de colaborar, seja enviando fotos de espécies ou artigos a serem publicados (sujeito a aprovação) para isso basta escrever para o autor correio eletrónico. Website: BioPeixe.com

Astyanax mexicanus
Potamogeton Filiformis
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Filiformis
Copyright © 1983- 2018 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Perfil pessoal