BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo dos Peixes

Teve 25 views
Brycinus longipinnis
Longfin tetra - Brycinus longipinnis

Günther, 1864

Família :
Alestidae
Gênero :
Brycinus
Nome Científico :
Brycinus longipinnis
Nome Comum :
Longfin tetra
Origem :
África -
Tamanho:
10 – 12.5
Dureza da água :
6 - 13
PH :
6 - 8
Temperatura ºC :
21.7 – 25.5
Aquário Mínimo :
120 Litros
Comportamento :
Pacifico
Alimento :
Omnívoro
Anos de Vida :
3 – 5 Anos
Localização :
Rios do Oeste Africano que desaguam para o Oceano Atlântico
Longfin tetra - Brycinus longipinnis

Günther, 1864

Descrição Caracteristicas e Aspectos

Descrição Características e Aspectos

Geralmente são encontrados no curso de rios menores de grandes rios e também em zonas estuarinas de águas salobra, presente ao longo da costa Atlântica do continente Africano, da Gâmbia para a República Democrática do Congo.
A sua coloração deste Tetra é Prata com verde e com um brilho iridescente marrom. Faixas amarelo-laranja e uma curta faixa preta no pedúnculo caudal. A parte superior do olho é amarelo-laranja. Os raios da barbatana dorsal dos machos são mais comprida e tem cores mais vivas. As fêmeas têm as barbatanas mais curtas e a barbatana anal é direita, e as vezes ligeiramente curvada.

Manutenção e reprodução

Pela sua natureza tímida gosta de um aquário bem plantado com alguns esconderijos e muito espaço aberto para nadar. Um peixe social que integra se principalmente com sua própria espécie, mas não é facilmente intimidada por outros peixes. Gosta nadadores no nível médio para alto. Devemos os mantar em grupos de 5 ou mais indivíduos no aquário tamanho mínimo de 100 cm. Convém colocar na superfície da água algumas plantas flutuantes para reduzir que os peixes pulando fora do aquário, mas certifique-se de que o aquário está bem tapado.
Na natureza, eles têm uma dieta variada, que inclui insetos, crustáceos e algumas algas e outros materiais vegetais. No aquário eles apreciam qualquer alimento oferecido. Os alimentos congelados e vivos intensificar seu brilho verde iridescente. Como muitos peixes gostam de micro-vermes vivo e congelado bem como camarão de água salgada e dáfnia.
Eles vão comer qualquer momento o alimento que lhe é oferecido e vão se empanturrar até o seus estômagos dilatar, por isso é preciso ter muito cuidado para não lhes dar comida em excesso. Os alimentaram duas vez ao dia é o suficientes, ou se alimentar várias vezes ao dia, devera os alimentar com pequenas porções.
Em alguns casos, o Tetra vai atirar se à comida tão rapidamente e comer com tanta voracidade que outros peixes, podem ter problemas para obter comida suficiente.
Para reproduzir este Tetra, devera ser feita em um aquário que terá, pelo menos com 50 centímetros de comprimento, se for mais longo será melhor. O aquário deve ser colocado em um lugar onde a luz do sol bate de manhã cedo e ligeiramente no Aquário, dum suave anglo próximo de 90 graus. De acordo com as observações o melhor momento para isso é no inverno, por isso que no verão é muito raro se conseguir uma desova.
Para a sua reprodução convém que a água não seja muito dura. Os ovos são grandes (2,20 a 2,60 mm) e eclodem ao fim de 5 a 6 dias, a temperatura de 26 – 28 graus. Após algumas horas os alevins começam a comer larvas de Artémia salina. Devemos colocar no aquário de criação para cada dois machos três fêmeas. Para eles se poder se acostumar com o ambiente nos primeiros dias, mas é geralmente no 3 – 4 até dias durante a desova devemos os alimentar bem com comida viva.
Videos
Mapa (Área de distribuição)
África -
Foto
Brycinus longipinnis
Sobre o autor | BioPeixe
A minha paixão é a aquariofilia já desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Não deixe de colaborar, seja enviando fotos de espécies ou artigos a serem publicados (sujeito a aprovação) para isso basta escrever para o autor correio eletrónico. Website: BioPeixe.com

Myloplus rubripinnis
Potamogeton Filiformis
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Filiformis
Aqualon - 2014 - Julho - Agosto - Setembro
Copyright © 1983- 2018 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Perfil pessoal