BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Voltar para a : Catálgo dos Peixes

Teve 426 views
Macropodus opercularis
Macropodus opercularis
Peixe do paraíso - Macropodus opercularis

Linnaeus, 1758

Família :
Osphronemidae
Gênero :
Macropodus
Nome Científico :
Macropodus opercularis
Nome Comum :
Peixe do paraíso
Origem :
Ásia -
Tamanho:
7 - 12
Dureza da água :
6 - 10
PH :
6.5 - 8
Temperatura ºC :
15 - 26
Aquário Mínimo :
60 Litros
Comportamento :
Agressivo
Alimento :
Carnívoro
Anos de Vida :
3 – 5 Anos
Localização :
China, Coreia, Vietname do Sul, Formosa
Macropodus opercularis
Peixe do paraíso - Macropodus opercularis

Linnaeus, 1758

Descrição Caracteristicas e Aspectos

Macropodus opercularis tem origem na Ásia e é frequentemente encontrada em arrozais e valas. Ele pode sobreviver em uma lagoa a temperatura que não seja abaixo de 15 graus, mas também se adapta igualmente bem em um aquário de água fria ou tropical.

Os Macropodus opercularis são peixes excecionalmente atraentes que lhes dão seu nome comum de peixe do paraíso. Eles têm uma nadadeira caudal bifurcada, que é alongado nos machos, assim como as barbatanas dorsal e anal. A coloração varia, em geral, os machos são mais luxuriantes e colorido de turquesa ao verde-cinza-marrom na cabeça e nas costas. A core do corpo é azul-turquesa opaca com numerosas listras verticais alaranjadas.
Como o Peixe do Paraíso é carnívoro, ele exige uma dieta de carne. Deve ser dado um alimento de alto teor proteico. Se for mal alimentado, ele pode vir a comer os pequenos peixes, como exemplo, os Tetra ou mesmo os alevinos. É bastante agressivo, tanto para com os peixes da mesma espécie como para com os de espécie diferente. Devem ser mantidos com outros peixes do mesmo tamanho e com movimento rápido, se o peixe for de movimento lentos poderá ser mordiscado, nas nadadeiras mais longas. Apenas se deve manter um macho por aquário, são melhores para aquário de espécies em vez de comunitários.

Manutenção e Reprodução

Para a sua reprodução convém subir um pouco a temperatura da água até 24-25 graus. O macho faz um ninho de bolhas a superfície, entre as plantas flutuantes e guarda os ovos ate a sua eclosão, que se dá em 24 a 30 horas depois da postura. Os alevins comem Infusórios assim que começam a nadar, passando a comer larvas de Artémia salina depois de 8 a 10 dias.
Videos
Mapa (Área de distribuição)
Ásia -
Foto
Trichogaster microlepis
Aponogeton boivinianus
Aponogeton Boivinianus
O nosso grupo no Facebook
Aponogeton Boivinianus
The Aquarium
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook