BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: Doenças

Esta página teve 35 views
Guia completo da Dropsy dos peixes de aquário

Dropsy é um antigo termo médico para uma condição que hoje seria mais provavelmente chamada de edema, o inchaço dos tecidos moles em uma cavidade do corpo, como o abdômen, devido a um acúmulo de água e outros fluidos. O termo inglês deriva da palavra inglesa dropesie, da palavra francesa hidropse , e da palavra grega hydrops , que é ela própria uma derivação de hydro , que significa água.

O que é dropsy?

Embora o termo hidropisia, actualmente é raramente ouvida na ciência médica humana, ainda é usado para descrever um problema de saúde específico nos peixes. A Dropsy refere-se a uma condição em que os peixes geralmente têm barrigas extremamente inchada, e o uso continuado do termo provavelmente tem a ver com a forma com que é retratada com precisão o sintoma visual, a barriga inchada.

 

Uma doença de peixes imunocomprometidos

A Dropsy nos peixes é na verdade um conjunto de sintomas causados ​​por uma infecção de uma bactéria comumente presente em todos os aquários. Consequentemente, qualquer peixe pode abrigar as bactérias causadoras de hidropisia, os peixes saudáveis ​​raramente são vítimas desta doença. Os peixes são apenas susceptíveis quando o sistema imunológico é comprometido por algum outro factor de estresse. Se todos os peixes no aquário estiverem sob estresse, é bastante comum que o aquário inteiro esteja infectado.

 

Sinais de Dropsy nos peixes de aquário

À medida que a infecção progride, podem aparecer lesões de pele, a barriga se enche de fluidos e fica inchada, os órgãos internos são danificados e, finalmente, o peixe infectado morrem. Mesmo com tratamento imediato, a taxa de mortalidade é alta. É muito improvável ter um tratamento bem-sucedido, a menos que um peixe seja diagnosticado nos estágios iniciais da infecção.

Os sintomas da infecção bacteriana subjacente podem variar amplamente. Alguns peixes terão a barriga com o inchado clássico, outros apresentam lesões de pele, enquanto outros ainda apresentam poucos sintomas. Essa variabilidade é o que dificulta o diagnóstico. Na maioria dos casos, vários sintomas são observados, tanto físicos quanto comportamentais.

Os Sintomas:

  • Barriga muito inchada
  • Escamas que se afastam com aparência de pinha
  • Olhos que incham
  • Brânquias que são pálidas
  • O ânus que fica vermelho e inchado
  • Fezes pálidas e fibrosas
  • Úlcera no corpo, ao longo da linha lateral
  • Uma espinha que é curvada
  • Barbatanas apertadas
  • Sonolência geral
  • Recusa de comer
  • Nadando perto da superfície

Esses sintomas ocorrem progressivamente à medida que a doença avança. Os órgãos internos são afectados, principalmente o fígado e os rins. A anemia ocorre, fazendo com que as brânquias percam sua cor vermelha normal. À medida que o abdome se enche de fluido, os órgãos são empurrados para o lado, às vezes fazendo com que a coluna se curve. As escamas se eriçam do corpo, dando a aparência de uma pinha. Este sintoma é uma indicação clássica de uma infecção grave.

 

As causas da Dropsy

O agente que causa os sintomas da hidropisia é geralmente a bactéria Aeromonas , muito comum , uma das várias bactérias gram-negativas  que esta presentes na maioria dos habitats de aquário. A bactéria é conhecida como Gram-negativa porque reage a um procedimento comum de identificação por coloração de Gram.

As bactérias só levarão a uma infecção grave se um peixe já tenha um sistema imunológico deficiente. Isso pode acontecer como resultado do estresse de vários de factores, como exemplo:

  • Má qualidade da água
  • Picos de amônia ou nitrito
  • Uma grande queda na temperatura da água
  • Estresse de transporte
  • Nutrição inadequada
  • Peixes agressivos no aquário
  • Outras doenças

Geralmente, uma única exposição ou uma a curto prazo a estes estresse não comprometerá a capacidade do peixe de combater a infecção. Na maioria dos casos, a exposição ao longo período a algum destes estresse, ou a vários factores de estresse mesmo que seja em um período rápido pode afectar o sistema imunológico do peixe.

 

O Tratamento da Dropsy

A infecção que causa hidropisia não é facilmente curada. Alguns especialistas recomendam que todos os peixes afetados sejam sacrificados para evitar a propagação da infecção aos peixes saudáveis. No entanto, se a infecção for eliminada precocemente, é possível salvar os peixes afectados. O tratamento é direccionado para corrigir o problema subjacente e fornecer cuidados de suporte ao peixe doente:

  • Ponha o peixe doente para um “aquário hospitalar”.
  • Adicione 1 colher de chá de sal por litro de água no aquário do hospital
  • Alimente os peixes com alimentos frescos e de alta qualidade.

Tratar o peixe com antibióticos.

É importante separar qualquer peixe infestado para outro aquário para não afeitar dos restantes peixe saudável. Enquanto os peixes afectados estão em quarentena, faça uma troca parciais de água no aquário original e monitoram os peixes restantes de perto para o possível aparecimento de sintomas nos peixes.

O sal deve ser adicionado ao aquário hospital, novamente na proporção de 1 colher de chá por litro de água cada vez que fizeram a troca de água. Mantenha o aquário hospital escrupulosamente limpo e faça trocas de água parciais semanais.

Forneça ao peixe doente uma variedade de alimentos frescos e de alta qualidade. Muitas vezes isso é suficiente para resolver a infecção em casos que não esteja muito avançada. Mantenha o peixe em observação durante várias semanas após os sintomas desaparecerem.

Antibióticos devem ser usados ​​se o peixe não responder imediatamente. Recomenda-se um antibiótico de amplo espectro especificamente formulado para bactérias gram-negativas, como Maracyn-Two. Um período de 10 dias é o ideal para garantir que a infecção seja erradicada, mas você deve sempre seguir as instruções do fabricante quanto à duração e dosagem.

 

Como evitar Dropsy

Tal como acontece com muitas outras doenças, a prevenção é a melhor cura. Quase todos os factores que enfraquecem os peixes que são suficiente para torná-los susceptíveis à infecção, podem ser evitados. Como a má qualidade da água, que é a causa mais comum de estresse, uma boa manutenção do aquário é fundamental. Factores a serem considerados incluem:

  • Realize mudanças regulares de água.
  • Mantenha o tanque limpo.
  • Limpe o filtro regularmente.
  • Evite superlotar o aquário.
  • Não superalimente peixes.
  • Use alimentos em flocos no prazo de um mês após a abertura dos pacotes.
  • Varie a dieta do seu peixe.

Se o tanque estiver bem conservado e os peixes receberem uma dieta saudável, surtos de infecções que causam hidropisia são improváveis.

Aplocheilus lineatus
planta aquario Potamogeton gayi
Potamogeton Gayi
O nosso grupo no Facebook
Potamogeton Gayi
The Aquarium
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook