BioPeixe.com

Bio Beixe

Tudo o conhecimento para o seu aquario

Categoria: Iluminação

Esta página teve 757 views
Sabem porque a iluminação no aquário é importante

A iluminação no aquário é um elemento muito importante

não só para se poder ver o interior do aquário, a luz do dia é muito intensa e que é muito prejudicial ao aquário, mais iluminar o aquário não é o objetivo principal para a iluminação no aquário. Os peixes e as plantas só exibem todas as suas cores quando existem uma iluminação adequada. As plantas precisam de luz para a fotossíntese, além disso a luz favorece a formação da clorofila.

Podemos observar com frequência que o aquário que tem plantas, e que dispõem de uma iluminação insuficiente, as plantas tem um crescimento sempre deficiente, o que não promove a sua função de fornecedor de oxigénio as plantas.

Sabem porque a iluminação no aquário é importanteAs plantas aquáticas precisam de mais luz de que as plantas terrestres, por que a luz perde a sua força quando atravessa a água, da ausência duma luz adequada, as plantas morrem ou param de crescer. As variedades tropicais, em particular têm necessidades mais importantes, porque elas estão habituadas a períodos de exposição prolongada e intensa.

A luz do sol, como fonte de iluminação natural que é sem dúvida a iluminação ideal para o aquário. Mas nos nossos apartamentos citadinos, nem sempre é possível tirar partido desta iluminação natural. As plantas e os animais estão habituados a receber naturalmente a luz na vertical de cima para baixo, e o deslocamento da fonte luminosa para posições laterais causa-lhes grandes transtornos, prospectivamente o seu desenvolvimento e movimentação.

Por outro lado, a orientação das plantas e dos animais em relação a uma fonte luminosa posicionada lateralmente ao aquário prejudica bastante a obtenção de um bom efeito decorativo das plantas. Nestas condições, as plantas tem tendência a desenvolver o seu organismo com as folhas viradas para a luz de modo a tirar o máximo partido da energia luminosa para os seus processos vitais e os peixes nadam de lado com o dorso também virado para a fonte de iluminação como estão habituados na natureza.

Assim sendo depois de equiparmos o aquário corretamente e com o número de lâmpadas necessárias, temos que dosear a luz. Para isso, basta dosear o tempo de iluminação. Podemos começar com 6 a 7 horas diárias, e depois vamos tirando conclusões segundo o aspeto do aquário. Se aparecerem algas castanhas, é sinal de que a luz é insuficiente, é necessário prolongar o período de iluminação no aquário. O crescimento de algas verdes filamentosas sobre as pedras e vidros revela uma boa dosagem de luz. No caso de surgirem algas azuis, especialmente a superfície, é indicativo que o tempo de iluminação demasiado prolongado.

Algumas espécies de peixes, assim como certas plantas não se dão bem com uma intensa iluminação no aquário. Neste caso podemos cortar a luz mediante a intercalação de folhas de plástico translúcido, verdes ou castanhas, entre o refletor e a tampa do aquário, ou então, distribuindo pela superfície plantas flutuantes (Lemna minor, Ríccia, Ceraptopteris thalictroides, etc.). Para ligar e desligar a luz automaticamente, a horas desejada, existem no mercado relógios especiais que podem estar também associados a uma distribuição de comida seca igualmente automático.

Astyanax mexicanus
planta aquario Echinodorus argentinensis
Echinodorus Argentinensis
O nosso grupo no Facebook
Echinodorus Argentinensis
Practical Fishkeeping - 2016 - 09-Setembro
The Aquarium
Copyright © 1983- 2019 todos os direitos de autor reservado. Todas as informações e fotografias contidas nesta página não podem ser reproduzidas, mesmo parcialmente, sem o acordo do autor.
Uma paixão que já dura desde da década de 80, mais precisamente em 1983, o ano da descoberta do mundo da aquariofilia com o meu primeiro aquário de 60 litros, neste momento posso dizer que tenho um conhecimento médio/alto. Bio-Peixe Grupo no Facebook ou Facebook